“Felizes os que habitam vossa casa; Para sempre haverão de vos louvar.” Sl 85, 5.

Basílica de Nossa Senhora aparecida, em construção desde 1955

É sempre bom louvar o Senhor. Este é o papel e a missão da Igreja. Para isso, ao longo de Séculos se construíram templos.

Desde a antiguidade os homens se sentem na obrigação de construir edificações para reverenciar suas divindades. Os lugares escolhidos para tal eram ricos em simbologias e emanavam uma mística que foram sendo transmitidas por gerações.

No judaismo é o próprio Deus quem ordena Seu povo a construir templos — estruturas sagradas onde Ele poderia ensiná-los, guiá-los e abençoá-los. Estar presente. – É Deus que se dirige ao povo pedindo a construção de um tabernáculo móvel, o qual seria seu templo enquanto caminhavam pelo deserto (Ex 26–27; 40:35).

No cristianismo, em seus primórdios, as orações e a liturgia eram feitas às escondidas nas residências daqueles que acreditavam no Cristo e em sua mensagem. Ao passar do tempo, quando o cristianismo passou a ser a religião oficial do Império Romano, foram construídos majestosos templos. Templos ainda hoje são erguidos de diversas maneiras. Assim, a palavra do Senhor é proclamada na assembléia dos crentes.

A Igreja é a construção de Deus, a casa de Deus onde habita sua família, onde o Espírito age. É como nos mostra o catecismo: “A Igreja é a tenda de Deus entre os homens. É o templo Santo que, representado pelos santuários de pedra, é louvado pelos santos Padres, e comparado com a cidade Santa, a nova Jerusalém.”[1]

Em toda cidadezinha há uma igreja. Muitas vezes é a construção mais bela e a grande referência para seus moradores e visitantes.

O Templo de pedra  é o reflexo da vida da comunidade. Isso não quer dizer que um templo pobre, com poucos ornamentos signifique que a presença de Deus será menos frequente. Deus está nas pequenas coisas. Na limpeza, na singeleza das flores trazidas pelas simples senhoras, no TUDO que é depositado com FÉ no CORAÇÃO de DEUS.

Construir Igrejas não é só ajudar materialmente, é partilhar o sonho de Deus. É nos unirmos a Ele juntos com os irmãos, no louvor e na Adoração.
 
Construimos igrejas pelo simples motivo de amarmos a Deus e ao próximo. Onde reina o Amor, Deus ai está.
 
Ir. João Baptista Barbosa Neto, OSB
 

[1] Catecismo da Igreja Católica, 756.