Fígura ambígua, o Padre Cicero Romão Batista vem atraindo, ultimamente, não apenas os romeiros à cidade de Juazeiro do Norte, estado do Ceará, mas estudiosos e pesquisadores interessados em conhecer melhor sua vida e seu legado.

Nascido na cidade do Crato – vizinha de Juazeiro do Norte – teve como pais Joaquim Romão Batista e Joaquina Vicência Romana.

Já aos seis anos começa seus estudos. Aos doze anos faz voto de castidade influenciado pela leitura da vida de São Francisco de Sales.

Em 1860, se dirige à cidade de Cajazeiras na Paraíba, sendo matriculado no Colégio do renomado Padre Inácio de Sousa Rolim. Com a morte do pai, teve que retornar à Juazeiro. A morte do pai, que era pequeno comerciante no Crato, trouxe sérias dificuldades financeiras à família, de tal sorte que, mais tarde, em 1865, quando Cícero Romão Batista precisou ingressar no Seminário da Prainha, em Fortaleza, só o fez graças à ajuda de seu padrinho de crisma, o coronel Antônio Luís Alves Pequeno.

Conheca um pouco mais sobre a História deste importante brasileiro que ainda hoje “fala” e toca o coração dos nordestinos.