Nesta semana, o Vaticano inicia uma nova fase de sua presença na internet. Na quarta-feira, será lançado o News.va, agregador de conteúdo da Igreja Católica (atualização – o site já entrou no ar, antes do previsto).

No endereço, serão agregadas todas as informações publicadas pelo Vaticano na mídia impressa, web, TV e rádio. Além disso, pronunciamentos e homilias do papa serão transmitidas ao vivo. Tudo isso integrado a plataformas de redes sociais – Facebook e Twitter.

O motivo do lançamento é simples – organizar todo o conteúdo produzido pelo Vaticano. Usar o agregador para fazer com que os próprios departamentos do Vaticano não ajam isoladamente, tendo assim um discurso coerente. Ou seja, a intenção é tornar a mensagem do Vaticano mais simples e coesa para quem está do lado de fora.

O News.va será lançado com versões em italiano e inglês. Uma versão em português está prevista.

O agregador foi desenvolvido pela agência espanhola 101.

Chama a atenção a forma como esse lançamento foi noticiado – com uma certa surpresa. Na realidade, o Vaticano é responsável por um dos primeiros grandes sites na web. Foi lançado em 1995. É um dos mais visitados do mundo, inclusive ganhou um Webby Awards (Oscar da internet).

Canal no YouTube, página no Facebook e aplicativo para iPhone fazem há um bom tempo parte da estratégia de conteúdo do Vaticano. Diga-se de passagem uma presença na web mais marcante que muita instituição moderna dita “conectada e digital”.

Fonte: Tiago Dória – IG

_________________________________________________________________________

Bento XVI envia primeira mensagem no twitter

Nesta terça-feira (28) o nome do papa Bento 16 esteve entre as expressões mais publicadas no microblog twitter. Isso se deve ao fato de o romano pontífice ter publicado o sua primeira mensagem na rA ideia foi do presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, o cardeal Claudio Maria Celli. “Devo dizer que o Papa aceitou imediatamente e de bom grado [abençoar os usuários da rede e lançar o portal]. Além disso, ele estima muitíssimo a comunicação e, sobretudo, deseja que a Igreja esteja presente lá onde o homem vive e se encontra”, disse dom Celli à edição em italiano do jornal oficial do Vaticano, L’Osservatore Romano.

O foco das notícias serão as atividades e intervenções do Magistério do Santo Padre, as tomadas de posição dos Dicastérios da Santa Sé e os mais importantes acontecimentos ou situações ligados às várias igrejas particulares espalhadas mundo afora.

Nos primeiros meses, o portal estará disponível em apenas duas línguas: italiano e inglês. Após o término do verão europeu, haverá a primeira remodelação e abertura do site em ao menos uma outra língua, provavelmente espanhol. No entanto, também se deseja que haja disponibilidade em francês e português.

ede social. Através de um simples clique em tablet, a partir do Palácio Apostólico, o santo padre lançou o novo portal de notícias do Vaticano, www.news.va , e também acolheu a proposta de abençoar os usuários da rede através de uma mensagem no twitter.

A ideia foi do presidente do Pontifício Conselho para as Comunicações Sociais, o cardeal Claudio Maria Celli. “Devo dizer que o Papa aceitou imediatamente e de bom grado [abençoar os usuários da rede e lançar o portal]. Além disso, ele estima muitíssimo a comunicação e, sobretudo, deseja que a Igreja esteja presente lá onde o homem vive e se encontra”, disse dom Celli à edição em italiano do jornal oficial do Vaticano, L’Osservatore Romano.

O foco das notícias serão as atividades e intervenções do Magistério do Santo Padre, as tomadas de posição dos Dicastérios da Santa Sé e os mais importantes acontecimentos ou situações ligados às várias igrejas particulares espalhadas mundo afora.

Nos primeiros meses, o portal estará disponível em apenas duas línguas: italiano e inglês. Após o término do verão europeu, haverá a primeira remodelação e abertura do site em ao menos uma outra língua, provavelmente espanhol. No entanto, também se deseja que haja disponibilidade em francês e português.