Honrar a ciência pura onde quer que se encontre, assegurar sua liberdade e favorecer a pesquisa são preocupações da Igreja

A Academia Pontifícia das Ciências foi fundada em Roma em 1603 com o nome de Academia dos Linces (Galileu Galilei foi membro), por Federico Cesi, Juan Heck, Francisco Stelluti y Anastasio De Filiis, e está composta por oitenta “acadêmicos pontifícios” nomeados pelo Papa a partir da proposta do Corpo Acadêmico, sem discriminação de nenhum tipo.  Anos após sua criação, a academia passou a se chamar de “Academia Pontificia dos novos Lincei”, e em 28 outubro de 1936, o Sumo Pontífice Pio XI aprovou os novos estatutos, dando o nome atual. Em 1 de abril de 1976, o Papa Paulo VI aprovou os estatutos atuais.

A Academia se encontra sob a dependência do Santo Padre. Seu presidente, eleito por quatro anos, é desde 1993 Nicola Cabibbo, professor de Física na Universidade La Sapienza de Roma, e ex-presidente do Instituto Nacional Italiano de Física Nuclear.  

A Academia Pontificia das Ciencias tem como fim honrar a ciência pura onde quer que se encontre, assegurar sua liberdade e favorecer a pesquisa, que constitui a base indispensável para o progresso das ciências.

O corpo acadêmico é formado por nomeação pontificia, elegidos dentre os mais notáveis cientistas do mundo, os acadêmicos perdurante munere por motivos de trabalho, e os acadêmicos honorarios, são assim denominados, em razão dos méritos alcançados.

É a única academia de ciencias com caráter internacional no mundo. A sede principal se encontra na Casina de Pio IV, dentro dos Jardins Vaticanos.

Muitos não sabem, mas há vários prêmios Nobel que estão nas Academias de Ciências do Vaticano. Veja lista: 

1. ARBER Werner (Nobel in Physiology or Medicine, 1978)
2. BALTIMORE David (Nobel in Physiology or Medicine, 1975)
3. BECKER Gary S. (Nobel Prize in Economics, 1992)
4. BLOBEL Günter (Nobel Prize in Physiology or Medicine, 1999)
5. CIECHANOVER Aaron J.(Nobel in Chemistry, 2004)
6. COHEN TANNOUDJI Claude (Nobel in Physics, 1997)
7. CRUTZEN Paul J. (Nobel in Chemistry, 1995)
8. De DUVE Christian (Nobel in Physiology or Medicine, 1974)
9. EIGEN Manfred (Nobel in Chemistry, 1967)
10. HÄNSCH Theodor (Nobel in Physics, 2005)
11. KHORANA Har Gobind (Nobel in Physiology or Medicine, 1968)
12. Von KLITZING Klaus (Nobel in Physics, 1985)
13. LEVI MONTALCINI Rita (Nobel in Physiology or Medicine, 1986)
14. MOLINA Mario J. (Nobel in Chemistry, 1995)
15. MÖSSBAUER Rudolf L. (Nobel in Physics, 1961)
16. MURRAY Joseph E. (Nobel in Physiology or Medicine, 1990)
17. NIRENBERG Marshall W. (Nobel in Physiology or Medicine, 1968)
18. NOYORI Ryoji (Nobel in Chemistry, 2001)
19. PHILLIPS William D.(Nobel in Physics, 1997)
20. POLANYI John C. (Nobel in Chemistry, 1986)
21. RUBBIA Carlo (Nobel in Physics, 1984)
22. TOWNES Charles H.(Nobel in Physics, 1964)
23. YANG Chen Ning (Nobel in Physics, 1957)
24. ZEWAIL Ahmed H. (Nobel in Chemistry, 1999)