Rede Aparecida está preparando um documentário sobre Irmã Dulce, o anjo bom da Bahia que se tornará beata.

O documentário está reunindo pessoas que conviveram e cuidaram de Irmã Dulce, conhecida como o ‘Anjo bom da Bahia’. Histórias e relatos de sua atenção e cuidado com os mais carentes, desde criança, estarão reunidos em ‘Irmã Dulce, o documentário’.

Irmã Dulce será beatificada em Salvador no dia 22 de maio, a partir do decreto assinado pelo papa Bento XVI em dezembro de 2010. O milagre reconhecido pelo Vaticano foi por uma mulher sergipana, desenganada pelos médicos após sofrer forte hemorragia durante o parto, processo que tramitava desde junho de 2001.

Irmã Dulce, cujo nome era Maria Rita de Souza Brito Lopes Pontes, começou a praticar caridade aos 13 anos, ajudando mendigos que moravam nas ruas da capital baiana. Aos 18 anos, entrou para a Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição. Dedicou toda sua vida à caridade.

Para saber mais sobre o documentário produzido pela REDE APARECIDA DE COMUNICAÇÃO acesse a página no facebook.com/irmadulce.