Artista aceitou o desafio de criar uma via-sacra para exposição no Mosteiro de São Bento

Uma das maiores surpresas da exposição “As Dores” é a participacão da artista plástica Andrea Costakazawa. Isto pelo fato de a exposição ter como carro chefe obras de Aleijadinho e Mestre Piranga, dois ícones da Arte Sacra Barroca.

Costakazawa nos apresenta uma belíssima Via-sacra em ferro. Uma obra prima, rica em simbologia, a via-Sacra traz aspectos da espiritualidade de Santa Teresa d’Avila e do aprofundamento teológico feito pela própria artista.

A produção das catorze peças da via-sacra deu um trabalhinho. Precisou da ajuda de serralheiros para soldá-las e formar suas esculturas. Andrea Costakazawa é uma artista versatil. Fotografa, desenha, litografa, faz instalações, escreve e esculpe, de modo que há uma sinergia entre as diversas formas artísticas. Será que ela faz mais alguma arte?

produção

 

Andrea Costakazawa transmite suas ideias para dar forma a obra

Na Quarta-feira de cinzas de 2011 foi aberta a exposição com a benção do Reverendíssimo Abade do Mosteiro de São Bento de São Paulo, Dom Mathias Tolentino Braga, OSB e teve a presença de dezenas de pessoas que lotaram os corredores do Mosteiro. Um momento único.

Observação da via-sacra no dia de abertura

Próximo 22 de Abril as peças da Via-Sacra de Andrea Costakazawa estarão em frente ao mosteiro para a celebração da Via-Sacra organizada pelos oblatos beneditinos que percorrerão o caminho do calvário de Nosso Senhor Jesus Cristo, aguardando a Páscoa da Ressurreição.

A artista faz um agradecimento especial aos serralheiros Sr. Arnaldo e Sr. Angelo que a ajudaram muito na produção das peças artísticas.

A exposição “As Dores” fica aberta a visitação no Mosteiro de São Bento de São Paulo até 24 de Abril de 2011.

Entrada Franca!

Anúncios