RN tem maior estátua católica do mundo

Imagem de Santa Rita,  padroeira do município de Santa Cruz, mede 52 m; no Rio, Cristo tem 38 m

13 de março de 2011 | Anna Ruth Dantas – O Estado de São Paulo

Encravada no interior do sertão do Rio Grande do Norte, a cidade de Santa Cruz, a 120 quilômetros de Natal, ganha destaque no cenário católico mundial. É nesse município de 35 mil habitantes, localizado na região conhecida como Trairi, que se encontra a maior imagem do catolicismo do mundo: uma estátua de Santa Rita de Cássia, a padroeira da cidade. Ela tem 46 metros de altura. Se contabilizado o pedestal de seis metros, a Santa Rita erguida em Santa Cruz chega a 52 metros. O Cristo Redentor, no Rio, tem 38 metros, já somado o pedestal. 

Turismo. A obra foi feita graças a um convênio da cidade com o governo federal, que liberou recursos pelo Ministério do Turismo. No total, foram gastos cerca de R$ 6 milhões na construção da estátua. O objetivo foi unir a religiosidade do povo ao fomento do turismo local.

Semanalmente, cerca de 3 mil pessoas visitam o Santuário de Santa Rita. A estimativa é da paróquia local. Ou seja, para conhecer a maior imagem católica do mundo chegam à cidade, por semana, quase 10% do total de habitantes do município. “A população de Santa Cruz é devota de Santa Rita. Essa fé vem desde o fundador da cidade. Erguer a maior imagem do mundo mostra o quanto é grande a devoção das pessoas da cidade por Santa Rita”, afirma o padre Aerton Sales. Segundo ele, a ideia de construir a imagem no morro já era discutida na cidade antes de o convênio ser firmado.

Desde a inauguração, em junho do ano passado, o Santuário de Santa Rita estabeleceu alguns rituais, entre eles uma missa que ocorre no dia 22 de cada mês, lembrando o dia da santa (22 de maio). Nesses dias, católicos de todo o País chegam à cidade. “Nosso santuário recebe hoje pessoas de muitos Estados brasileiros”, diz o padre Sales.

Negócios. A imagem de Santa Rita fomenta muitos negócios na região. A pequena cidade, que antes era apenas passagem para quem partia de Natal para a região do Seridó, já começa a atrair investimentos poucos meses após a inauguração da estátua. Pousadas foram abertas e o comércio local trabalha com a perspectiva de crescimento no movimento de consumidores. No santuário há um estacionamento para ônibus de romeiros e lanchonetes.

Anúncios