Pedro e Paulo; mestres de vida

Com grande alegria a Igreja celebra hoje (transferida do dia 29 de junho) a solenidade dos Santos apóstolos Pedro e Paulo, os dois grandes baluartes da Fé Cristã. O Evangelho que nos é proposto para esta data (Mt. 16,13-19) é muito parecido com o que meditamos a algumas semanas atrás, no qual, Pedro realiza sua profissão de Fé reconhecendo em Jesus o Cristo de Deus, aquele que veio libertar Israel.

Pedro e Paulo, pessoas de personalidades tão diferentes, mas que souberam entregar sua vida para dar testemunho da Verdade, Verdade essa que mudou os caminhos de ambos quando menos esperavam: um diante do mar, enquanto lançava as redes; o outro no meio do caminho de Damasco, quando seguia para prender os cristãos que, vorazmente perseguia em nome do Deus de Israel. Encontros que mudaram para sempre a vida destes dois homens. Um, simples pescador e o outro, um sábio doutor na Lei do Senhor.

Estes são aqueles que lançaram as sementes do Cristianismo nascente, sendo sinais da unidade dentro da diversidade, mestres de vida!

Como nos diz São Bernardo: “são nossos mestres, pois aprenderam a conhecer os caminhos da vida com o Mestre universal, e por isso nos ensinam a caminhar. Quem nos ensinará a caminhar nos caminhos do Senhor, senão os santos apóstolos, que por ele deram sua vida? Não é a arte de pescar nem a de tecer tendas ou coisa parecida; nem a compreender Platão ou manejar os silogismos de Aristóteles; nem a estar sempre aprendendo e sermos incapazes de conhecer a verdade que eles nos ensinam; mas eles nos ensinam a viver!” (S. Bernardo Opera Omnia, I sermão na solenidade de São Pedro e São Paulo) Viver, nada mais é do que cumprir a vontade do Senhor em nossas vidas, darmos testemunhos de nossa Fé e sermos cristãos convictos e autênticos da missão assumida no nosso Batismo.

Que a intercessão desses apóstolos, nossa encoraje a vivenciarmos com amor e entrega a Fé que professamos! Que assim seja!

Ir. Lourenço Palata Viola, OSB

Anúncios